Coronavírus

Parece não haver outro assunto além do NOVO CORONAVÍRUS, porém informação adequada nunca será demais.

A família desse vírus recebeu o nome coronavírus, em função da sua estrutura de proteínas lembrar uma coroa.

Vale lembrar o que são Vírus? Os Vírus em geral são organismos muito pequenos e simples, mas quando infectam alguma célula, injetam seu material genético que é capaz de se replicar rapidamente.

Há muitos tipos de coronavírus que causam doenças respiratórias em animais, houve uma mutação no material genético desses vírus os quais adquiriram a capacidade de infectar o ser humano. Tem-se conhecimento de seis tipos desse vírus, quatros deles causam sintomas muito parecidos com um simples resfriado, em 2003 foi descoberto o SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave) e em 2012 o MERS (Síndrome Respiratória do Oriente Médio) ambos coronavírus que causaram sintomas parecidos com o da Influenza, porém mais agressivos resultando em várias mortes.

O novo coronavírus transmissor do COVID – 19 (CO =corona, VI= vírus, D=doença, 19 = 2019) tem uma capacidade muito rápida de se espalhar e é muito mais agressivo que os outros. Quando um vírus NOVO, infecta o homem pela primeira vez, é muito mais resistente pois o sistema imunológico humano não está preparado para enfrenta-lo.

A principal forma de transmissão se dá por contato próximo de pessoa a pessoa, pelo ar, a pessoa contaminada tosse ou espirra, espalhando o vírus. Essa doença pode ser assintomática, a pessoa pode estar infectada pelo vírus não apresentar sintomas e mesmo assim contaminar outras.

PANDEMIA

A OMS (Organização Mundial da Saúde), declarou pandemia para o novo coronavírus, isso significa que a disseminação desse vírus alcançou vários países.

Porém, de acordo com Rivaldo Venâncio, médico infectologista da FIOCRUZ, o Brasil está mais preparado para lidar com o COVID-19 do que estava, em 2009, para enfrentar a pandemia da gripe H1N1. Segundo ele, precisamos nos manter informados, mas não há razão para pânico.

VALE A PENA REFORÇAR

. Higienize adequadamente as mãos, com água e sabão, aplicar álcool gel, principalmente após tossir, espirrar ou assoar o nariz;

. Cubra a boca e o nariz ao espirrar levando ao rosto a parte interna do cotovelo, se utilizar lenço de papel descarte nos locais apropriados, e lave as mãos;

. Evite tocar as mucosas (olhos, nariz e boca);

. Cuidado com informações falsas, as famosas ‘’Fake News’’;

. Mantenha os ambientes ventilados;

. Não compartilhe artigos pessoais, como garrafinhas, copos, talheres, canetas;

. Evite aglomeração de pessoas;

. Limpe com álcool objetos tocados frequentemente (celular, teclado);

. Fique atento aos sintomas, e muita atenção, pois são os mesmos da gripe;

. Se tiver algum sintoma da doença e histórico de viagem à locais de transmissão, procure um médico.

. Grupo de risco consiste em idosos e pessoas com doenças crônicas.

Seja inteligente preserve sua vida!!